2008-07-18

O rebrilhar nostálgico dos anos 70


As luzes da ribeira de Gaia, assomaram-se para acolher na passada 3.ª feira Roger Hodgson. Numa hora e uns minutos de concerto a "voz e a alma" cristalina dos Supertramp deambulou na atmosfera ribeirinha, enlevando numa fragância nostálgica a plateia que a acolhia com emoção. Acompanhando, trauteando, aplaudindo, embalada pelo calcorrear dos vários sucessos da banda ao longo das décadas, a plateia foi de imediato cativada pela sonoridade inconfundível de Roger.
Maioritariamente cinquentões e quarentões, cujas protuberâncias abdominais e as clareiras capilares reluzentes sob o luar de uma noite de verão, com toda a avidez denunciavam, apontavam ora para netos, ora para os filhos do 3.º casamento a banda de culto da sua juventude.
Não tardará, também estes imberbes ouvintes estarão eles próprios a apontar para os seus netos, numa outra qualquer noite de verão, uma qualquer outra banda de eleição e de culto.
Assim se passa uma geração, assim se passam uma vida... fugaz, inconsequente, efémera!
Ou talvez não...

"Porque que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco e depois se desvanece."
S. Tiago

1 comentário:

The Pescador de Jesus disse...

"Porque que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco e depois se desvanece."
O que mais dizer??
Deus abençoe