2005-09-29

Coisas ou pessoas

O que é que verdadeiramente nos importa: as coisas, ou as pessoas?
O que é que nos faz sorrir; o que é que nos fascina e entusiasma?
O que é que nos ocupa mais tempo; o que é que nos embevece o espírito;
que nos preenche o coração?
Descobrimos o encanto nas coisas que temos, ou nos relacionamentos que mantemos?
O que é que mais facilmente enumeramos, as coisas que gostariamos de ter ou as pessoas com quem gostarimos de estar?
Quantas vezes gritamos "Coisas, coisas, coisas..." e não ouvimos o chamar das pessoas!

3 comentários:

jaime-fernandes disse...

Concordo. Vivemos um tempo em que se deseja mais coisas e menos pessoas... será porque as coisas que nos entusiasmam não nos "obrigam" a retribuir entusiasmo!?

(visita o "pechanense" - moc.blogs.sapo.pt)

Vilma disse...

"Coisas" são descartáveis... pessoas não! Essa deve ser a nossa prioridade...

Paula disse...

Pois é, mas são realmente as pessoas que nos fazem falta, bem no íntimo. As coisas não podem ocupar esse lugar, mas bem depressa as valorizamos mais...