2005-09-08

Um dia a casa vem a baixo

Símbolo de um "flop" de planeamento urbanístico e imobiliário, as Torres de Tróia serão hoje implodidas, dando origem ao início de um novo projecto de expansão turística.
Verdadeiras fortalezas de aço e betão, não deixam contudo de ser a face visível de uma degradação crescente, a que esta zona havia sido abandonada.

Também na nossa vida, muitos "edificíos" erguemos que nos impedem de prosseguir. Verdadeiras "fortalezas", "torres de menagem" que exibem temporariamente o seu esplendor, mas que o passar do tempo, dos ventos e das tempestadas da vida, as fustigam e abalam, e, então verificamos que não nos proporcionam nem o conforto, nem a segurança, ou o abrigo que esperavamos.

Desolados, procuramos outros abrigos, outros refúgios que realizem e preencham as nossas necessidades.

Coloquemos pois a nossa esperança nAquele que é inabalável e imutável, porque um dia a "casa" poderá vir abaixo, e então, o que sobrará?

2 comentários:

Vilma disse...

Somente em Deus podemos permanecer inabaláveis...na nossa força cairemos pela certa! Gostei da comparação!

Mel disse...

Adorei este post. Admirável como podemos pegar num facto "banal" e encontrar um sentido muito mais profundo, certo?