2006-05-11

O valor da pergunta

Uma das imagens mais caricatas que me ficou deste Lisboa-Dakar, foi quando numa das provas vários concorrentes perderam completamente a orientação não sabendo qual o caminho a seguir. Era vê-los qual "baratas tontas" cruzando-se entre si, dirigindo-se em velocidades vertiginosas em sentidos opostos, para logo a seguir inverterem a marcha voltando a cruzarem-se. Qual GPS, qual "roadbook", a desorientação e confusão era total! E... pasmem-se, bastava apenas perguntar qual o caminho a seguir aos aldeões!
Esta situação fez-me lembrar a importância que tem o facto de fazermos perguntas e termos um "espírito curioso".
A verdade é, que se queremos aprender mais, temos que perguntar mais, inquirir mais. Só pára de perguntar, quem acha que já tem as respostas todas.
Uma pergunta bem direccionada é a chave que abre a porta a um novo universo de conhecimento, desconhecido e fechado até então para o inquiridor. Uma pergunta bem elaborada, destrói qualquer barreira de comunicação, perspectivando oportunidade de apreensão de novas realidades quer por conhecimento teórico adquirido, quer por experiência de vida.
Perguntar, revela humildade, demonstra vontade de aprender, possibilita mudança, acrescenta sabedoria.

3 comentários:

marcos disse...

só por perguntar aonde viste este artigo????

Ver para crer disse...

E a língua... E que é deles?!
Um abraço

Flá Mendes disse...

interessante!
formular boas perguntas é o nosso desafio.