2005-06-06

Importante ou urgente?

Como seres humanos, encontramo-nos limitados tanto espacial como temporalmente, pelo que sempre temos que fazer escolhas.
A questão de diferenciar o que é importante do urgente, torna-se absolutamente primordial.
No nosso quotidiano vivemos consumindo recursos que, dependendo da correcta definição destas duas variáveis, levará a um sentimento de maior ou menor realização da nossa existência.
É essencial a sua clarificação.

A "lei de Segal" diz-nos que:
"um homem com um relógio sabe que horas são; um homem com dois relógios, nunca tem a certeza!"
Muitas vezes, tendemos a alternar entre dois "relógios", o que leva inevitavelmente à desorientação e desnorte, à existência sem rumo!
Eu sei qual é o meu "relógio", que me faz distinguir claramente o que é importante, do que é urgente, o essencial daquilo que é complementar, o eterno do imediato, isto é, em primeira instância a vida... da morte.
Só assim é possível ter uma "vida com outro sabor".

5 comentários:

JOINCANTO disse...

Achei muito interessante essa dos 2 relógios...
Abraço!

jc disse...

Urgente é o agudo... Importante é o crónico!!!

André disse...

gostei! o final de seu artigo fez-me lembrar Jo 14:6 Jesus disse: Eu sou o Caminho a Verdade e a Vida ninguém vem ao Pai se não por mim.
portanto para mim
o Impotante e Jesus e é Urgente levá-lo à aqueles que ainda não o conhecem.

Vilma disse...

Lembrei-me de Maria e Marta: Marta estava preocupada com o urgente e MAria com o importante. Com as duas podemos aprender e encontrar o equilibrio nasnossas prioridades. O que nem sempre é fácil...

carlag disse...

Gostei. Mas pergunto, nunca tens dúvidas em distingui-las?